CITIBANK TRANSFERIU US$500 MILHÕES POR ENGANO | Tesla e Mastercard aceitarão Bitcoin como pagamento

𝗣𝗿𝗶𝗻𝗰𝗶𝗽𝗮𝗶𝘀 𝗻𝗼𝘁í𝗰𝗶𝗮𝘀 𝗱𝗼 𝗣𝗹𝗮𝗻𝘁ã𝗼 𝗱𝗲 𝗵𝗼𝗷𝗲:
00:17 Bitcoin bate novo recorde e ultrapassa US$50 mil
01:48 Citibank transferiu acidentalmente US$500 milhões a mais e não pode pegar de volta
03:00 OMS alerta seis países da África sobre novos surtos de ebola
03:49 Buffett investe bilhões de dólares em Chevron e Verizon equanto reduz participação em Apple e Bancos
04:24 Capitais começam a suspender vacinação por falta de doses
06:10 Ford Investe US$ 1 bilhão na Alemanha para produção de carros elétricos
—————————
Após Mastercard e Tesla anunciarem que irão aceitar Bitcoin como pagamento, Bitcoin alcançou a marca dos US$ 50 mil.

Mas, o que é bom para um, pode não ser tão bom para outro, não é mesmo?

Se por um lado o anuncio da Tesla super valorizou a criptomoeda, por outro parece não ter deixados os seus acionistas muito felizes.

O saldo de tudo isso foi uma queda de mais de 2,4% nas ações da montadora, e consequentemente, uma queda de US$ 4,5 bilhões no patrimônio líquido de Musk, fazendo com que ele perdesse o posto de homem mais rico do mundo.
—————————
O Citibank cometeu um dos “maiores erros da história do setor bancário”: transferiu acidentalmente quase meio bilhão de dólares

Um juiz do Tribunal Distrital dos Estados Unidos decidiu para os credores da empresa de cosméticos Revlon.
O banco chegou a entrar com um processo em agosto buscando o retorno de seus fundos, mas o um juiz do Tribunal Distrital dos Estados Unidos recusou o pedido.
As transferências acidentais são comuns na era digital e podem ser reembolsadas instantaneamente. Porém, em Nova York tem exceções a essa regra, conhecida como “defesa por quitação por valor”.

Defesa por quitação por valor : Se o beneficiário tiver direito ao dinheiro e não souber que foi acidentalmente pago, ele poderá ficar com o recurso.

No caso, os credores da Revlon disseram acreditar que o Citibank estava fazendo a devolução antecipada do empréstimo. Afinal, o dinheiro acidentalmente transferido era o valor exato “até o centavo” que a Revlon devia a eles, embora o vencimento estivesse bem longe de acontecer.
Em nota, o Citigroup declarou discordar veementemente da decisão e informou que pretende entrar com apelação.
—————————
Conhecido como “o Oráculo de Omaha”, as decisões de compra de Bufffett são sempre acompanhadas de perto. Por isso, afim evitar especulações no mercado, somente em nessa semana Warren Buffet pode dividir com o resto do mundo suas três últimas compras, que foram realizadas no terceiro trimestre de 2020.
São elas:
US$ 500 milhões aportados na Marsh & McLennan;
US$ 8,6 bilhões na Verizon, maior operadora móvel dos EUA.
US$ 4,1 bilhões da petrolífera Chevron.
Após o anuncio, as ações da Verizon subiam mais de 4%. Já da petrolífera Chevron, subiram 3%. E não é à toa: um dos investidores mais longevos e bem-sucedidos de todos os tempos, Buffett acumula decisões que se mostram acertadas com o passar do tempo, resultando em ganhos milionários (ou bilionários).
—————————
Não é novidade que a Europa tem se posicionado fortemente sobre ações contra o meio ambiente. Em outubro do ano passo, o parlamento europeu impôs metas agressivas para reduzir as emissões de gases de efeito estufa dos veículos, impondo inclusive multas para as montadoras se não cumprirem o compromisso de redução.

Diante do cenário, a Ford está investindo US$ 1 bilhão para modernizar uma fábrica na Alemanha como parte do plano de vender apenas carros elétricos de passeio na Europa até 2030.

A montadora afirmou que a fábrica em Colônia, na Alemanha, será reformada para produzir, em larga escala a partir de 2023, o primeiro veículo de passeio totalmente elétrico da Ford feito na Europa. A ideia é que, em meados de 2026, todos os carros de passeio vendidos na Europa serão veículos totalmente elétricos ou híbridos plug-in, que possuem um motor de combustão interna, uma bateria e um motor elétrico.

A Ford anunciou no início deste mês que iria investir pelo menos US$ 22 bilhões em todo o mundo até 2025 para construir veículos elétricos, quase o dobro do que a empresa havia se comprometido anteriormente.

Aliás, esse foi inclusive um dos pontos que levaram a decisão de fechamento das Fábricas da Ford aqui no Brasil. A estratégia de produção de carros elétricos não combinava nem com a burocracia e nem com os altos impostos que a importação da matéria prima traria a montadora.

Já na Europa, além da Ford, a Tesla, líder mundial em carros elétricos, está construindo sua primeira fábrica europeia fora de Berlim, que deve ser inaugurada ainda este ano.

Mas se você é do time que acredita que o futuro são os carros elétricos você está totalmente enganado!! Eles já são o presente!! Comenta aqui em abaixo pra eu saber o que você acha vem depois dos carros elétricos.

You May Also Like